A Associação Nova Escola, que publica as revistas Nova Escola e Gestão Escolar, se uniu à Fundação Lemann e ao Google.org, braço filantrópico do Google, para criação de planos de aula para a Educação Infantil e Ensino Fundamental, em acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), gratuitos.

Nesse sentido, promoveu processos seletivos com provas de múltipla escolha e dissertativa para selecionar professores que farão parte da equipe que elaborará os materiais.

O professor de Geografia da rede municipal de Caraguatatuba e da equipe do Apoio Pedagógico, Ricardo Quirino Alves de Sousa, foi um dos selecionados. Concorreram aproximadamente dois mil profissionais de Geografia e História, sendo selecionados 50 de cada disciplina. “Para mim é uma honra e uma satisfação muito grande estar entre os aprovados”, afirmou Ricardo.

Também já houve seleção de professores de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, Inglês e da Educação Infantil. Os educadores aprovados são remunerados pela produção dos planos de aula e passam por formações presenciais e a distância com grandes nomes da Educação.

A missão do projeto é colocar professoras e professores brasileiros, de escolas públicas e privadas, no lugar de autores de materiais sobre os processos de ensino e aprendizagem.

Os planos de aula possuem, também, um caráter formativo, ampliando as referências dos professores a respeito da BNCC, de metodologias de ensino e gestão da sala de aula.

O desafio desse time é produzir, até abril de 2019, planos de aula alinhados à BNCC, que serão disponibilizados gratuitamente no site www.novaescola.org.br para turmas do 1º a 9º ano do Ensino Fundamental.

Entre os dias 1º e 4 de novembro os professores selecionados de História e Geografia passam pela capacitação “Virada dos Autores”, em Itapeva (MG).